Quem Somos

CULTURA TEUTO-BRASILEIRA NA CABEÇA

 

NOSSA HISTÓRIA

Tudo começou em 2003 com a ideia de realizar um periódico que falasse de cultura alemã e com foco nos grupos de danças folclóricas alemãs. A proposta nasceu dentro de uma reunião da Regional dos Grupos de Danças Alemãs da Grande Porto Alegre. O objetivo era promover um website que conectasse entidades teuto-brasileiras. Sua primeira versão foi em um endereço gratuito de hospedagens, no GeoCities, em formato HTML, sendo totalmente amador. Foi batizado de Portal25. A segunda versão foi implementada pouco tempo depois, já com a compra do domínio Portal25.com e realizando uma hospedagem paga, sendo programado em linguagem PHP. Os conteúdos eram escritos por Denis Simões e postado de forma manual. No layout eram utilizadas símbolos que remetiam a construções em estilo enxaimel e elementos medievais. Nesse formato o material seguiu até aproximadamente 2010, parando de ter atualizações.

Em 2012 iniciou-se nova fase. Ensaiou-se o início de um periódico semestral que seria batizada de “Revista Portal25”, aproveitando o legado do website e tendo as mesmas diretrizes que guiaram o trabalho desde 2003. Vários modelos chegaram a ser formatados, todavia não foram lançados. Previa um total de 24 páginas em formato PDF. No mesmo ano, no segundo semestre, em função da Tanzfest Porto Alegre, foi condensado o conteúdo em um boletim informativo frente e verso, impresso em uma folha, com a síntese de dados sobre a cultura alemã. Seguindo a temática da festa daquele ano, recebeu o nome de “Die Flaschenpost”, pois era colocado dentro de uma garrafa lacrada com rolha. Algumas unidades foram distribuídas para autoridades, clubes e sociedades. Foram realizadas duas edições.

Em janeiro de 2013, em um Curso de Danças Folclóricas Alemãs da Casa da Juventude de Gramado, foi proposto por Paulo Stöberl que a revista fosse rebatizada de “Der Hut“, destacando que o seu conteúdo deveria estar na cabaça, como o chapéu. No mesmo momento Denis Simões fez o rascunho da logomarca em uma folha de papel, sendo do gosto dos presentes. Estiveram nesse processo criativo Denis Simões, Paulo Stöberl, Carlos Hauer Amazonas de Almeida, Denise Quitzau Kleine e Hélcio Liesenberg. No primeiro semestre daquele ano foi publicado em formato digital o primeiro e único volume da Revista Der Hut, contando com 24 páginas de conteúdos teuto-brasileiros. Uma segunda edição é iniciada, entretanto não chega a ser lançada.

Em novembro de 2016, após a Tanzfest Porto Alegre, é decidido reiniciar o trabalho do Der Hut, dessa vez retomando o modelo do antigo Die Flaschenpost. A primeira edição é lançada oficialmente em dezembro de 2016. Já no mês seguinte, janeiro de 2017, viu-se a necessidade de ampliar de uma folha frente e verso – tuas páginas – para o formato de quatro (4) laudas tamanho A4. Neste momento entrou na edição do periódico Elisangela Leitzke, a Lise, que passou a escrever no Der Hut, assim como realizar a verificação ortográfica em português e alemão. Com a entrada da Lise também passou-se a produzir esse conteúdo no Brasil e na Alemanha, adquirindo caráter internacional, com um conselho editorial. Em abril de 2017 ampliou-se o conteúdo para oito (8) páginas, número que segue até a atualidade. É lançado sempre na primeira semana de cada mês.